estadao

Um Brasil balanceado?

O debate sobre os méritos dos mercados e da intervenção estatal como mecanismos de desenvolvimento segue forte entre os pensadores de gestão. Na última conferência anual da Strategic Management Society, em Madri, dois palestrantes ilustres tocaram diretamente no tema. O primeiro foi Paul Polman, CEO da Unilever e uma das principais lideranças mundiais em sustentabilidade…

Detalhes

mercadofinanceiro

O que nos dizem as pesquisas

Por Luiz Carlos Mendonça de Barros – Folha de São Paulo – 19/09/2014 Os mercados financeiros no Brasil refletem hoje, de forma quase neurótica, as expectativas eleitorais de investidores e especuladores. Como esta questão não faz parte da agenda em que a maioria dos analistas ganhou seus diplomas, o resultado é um vaivém desordenado de lucros e…

Detalhes

Diario

IN 11: um passo adiante

“A Previc sem dúvida mostrou sensibilidade ao editar a IN 11”,  diz Rogério Tatulli, Diretor-Superintendente da Previ-Ericsson, ao resumir o seu sentimento em relação à Instrução Normativa publicada no último dia 11 dispensando as entidades  do envio, por meio impresso, do resumo do relatório anual de informações aos participantes ativos e assistidos, desde que disponibilizem…

Detalhes

suporteconsutl

PLANOS DE PENSÃO: A QUESTÃO CENTRAL Por Magnus Gardham, editor de Política

Governo escocês insiste que a independência do país teria pouco impacto sobre as pensões públicas e planos privados Na verdade,  ministros prometeram uma pequena melhora nas pensões do Estado. Entretanto, a promessa foi considerada ilusória pelos líderes da campanha do ‘Não’, segundo os quais a Escócia independente terá dificuldades para manter os benefícios estatais nos…

Detalhes

joaoesaulo

Comentários à IN Previc nº 11/2014

A Superintendência Nacional de Previdência Complementar – Previc fez publicar no dia 11 de setembro de 2014 a Instrução nº 11. Com essa publicação, foram alteradas disposições acerca dos procedimentos de envio de informações aos participantes e assistidos de planos de benefícios administrados por entidades fechadas de previdência complementar e, ainda, orienta estas sobre o…

Detalhes

cesar

Como o teto de benefício e contribuição à Previdência Social pode se tornar um entrave ao crescimento da Previdência Complementar?

A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) vem demonstrando que há uma correlação negativa entre o valor médio do benefício pago pela previdência social e os ativos dos fundos de pensão em relação ao PIB. Neste artigo iremos analisar como elevados níveis de benefícios ofertados pela previdência social podem se tornar um entrave…

Detalhes

Joao-Marcelo3-POSTS

Como a recessão na economia brasileira afeta os fundos de pensão

Com a divulgação do PIB do segundo trimestre de 2014, que variou negativamente em 0,6%, o Brasil entrou em recessão técnica. No primeiro trimestre do ano, o PIB fechou em menos 0,2%, de forma que o segundo trimestre consecutivo de involução na economia do país caracterizou o cenário de recessão, que havia ocorrido pela última…

Detalhes