Para o Diretor Presidente da GAMA, o risco atuarial é inerente ao negócio das EFPC. Mas ganharam evidência em razão dos novos cenários de queda de taxa de juros. Por isso precisam ser tecnicamente identificados, tratados e monitorados para garantir a qualidade de gestão que caracteriza o Sistema de Previdência Complementar.

Deixe uma resposta

O seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios.

Você pode usar atributos HTML <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Apagar formulárioEnviar